+55 13 3307-6545 +55 13 99114-2399 contato@ambimax.com.br

Coaching, gestão emocional e Gestão Sentimental aumentam a performance dos empregados e por consequência os resultados das empresas

Segundo pesquisa da Fortune Magazine com 1000 empresas que utilizam o Coaching como ferramenta de desenvolvimento pessoal dos seus colaboradores, observaram que o processo aumenta a produtividade (53%), relacionamentos (71%), trabalho em equipe (67%), redução de conflitos (52%), redução de custos (23%) e turnover (12%).

“Coaching, Gestão Emocional e Gestão Sentimental aumentam a produtividade, relacionamentos, trabalho em equipe, redução de custos e turnoverLocal: São Paulo

Segundo pesquisa da Fortune Magazine com 1.000 empresas que utilizam o Coaching como ferramenta de desenvolvimento pessoal dos seus colaboradores, observaram que o processo aumenta a produtividade (53%), relacionamentos (71%), trabalho em equipe (67%), redução de conflitos (52%), redução de custos (23%) e turnover (12%).

Juliano Barbosa, Head Trainer de Inteligência Emocional & Coach de Felicidade e Sucesso – criador do IMV – Instituto Mentalidade Vencedora – sustenta que quando se está num processo de desenvolvimento pessoal ou profissional, a pessoa vai se defrontar com questões emocionais que interferem em sua vida mais do que desejaria.

Geralmente vai encontrar bloqueios que nem desconfia que tenha. Isto porque todas as suas ações, escolhas e decisões, todo seu estabelecimento de metas e todo o seu desempenho, seja em sua vida pessoal, profissional ou como líder, envolve questões que não são racionais. Sem exceção. Toda ação humana racional ou que se espera seja racional está relacionada com o mundo emocional.

Isso acontece pela própria constituição do cérebro, que não possibilita uma vida racional, inteligente, pessoal e socialmente equilibrada sem gestão emocional. E isto porque os circuitos neurológicos da racionalidade se cruzam com os circuitos neurológicos das emoções em diversas partes do cérebro.

Tanto quanto racional, o ser humano é um ser emocional. Negar, desconhecer ou contornar este fato é deixar de lado o principal fator motivador das ações e das decisões de qualquer pessoa e seu principal fator de sucesso.

Por isso mesmo, a eficácia do processo de Coaching Emocional decorre dessa compreensão sistêmica da mente humana (mentalidade = razão + emoção + sentimento), onde envolve necessariamente questões racionais e emocionais, porque não basta ficar pensando, calculando e planejando, é necessário agir para que o resultado aconteça.

A maioria das pessoas que não conquistam o sucesso até sabem o que precisam fazer para alcançá-lo, mas só saber não basta, é preciso agir e essa habilidade vem do cérebro emocional. As emoções são responsáveis por alterar a fisiologia e o nível de energia para colocar a pessoa em estado de ação ou de inércia.

Portanto, a base da estrutura humana está fincada no tripé:

Corpo
Mente
Energia
O desequilíbrio ou desnivelamento dessa base afeta todo o sistema para uma vida saudável, funcional e feliz. A humanidade, de modo geral, tem adoecido a mente e o corpo por total desequilíbrio emocional. A busca pela “felicidade” e pela saúde tem sido implacável e desesperada. E Juliano Barbosa afirma: “A chave para tudo isso é o desenvolvimento da inteligência emocional e da inteligência sentimental.”

Conclui dizendo: “Inteligência Emocional é a habilidade que todo ser humano pode desenvolver para reconhecer e perceber suas próprias emoções, como também, das outras pessoas. Inteligência Sentimental é a habilidade de atribuir bons e melhores significados às emoções associados às experiências de vida. Equilíbrio emocional e racional gera felicidade; felicidade gera sucesso e resultados!”

Saiba mais sobre o trabalho do Juliano Barbosa, fundador do IMV – Instituto Mentalidade Vencedora e do Portal Mundo Carreira, acesse:

Site: www.mentalidadevencedora.com.br

https://www.segs.com.br/seguros/138458-coaching-gestao-emocional-e-gestao-sentimental-aumentam-a-performance-dos-colaboradores-e-os-resultados-das-empresas